Os nossos livros

Os pés de Iria

Texto: Luís Mourão
Ilustrações: Rui Pedro Lourenço
Edição: Barca do Inferno / Câmara Municipal de Leiria

"Iria rumou à Torre de Menagem, mesmo lá no cimo do Castelo de Leiria. Correu para o andaime do pai e acenou-lhe lá para cima. "Espera aí", gritou-lhe o pai. E ela esperou. "Leva um recado à tua mãe. Diz-lhe que vem aí trabalho para mais tempo que ela vai ficar contente. Vai-te embora e diz-lhe". Iria acenou que sim com muita força e começou a correr por ali abaixo. Se tinha perguntas a fazer, guardou-as todas para si. Passada a Porta da Albacara começou a saltar quintais a corta-mato. Contornava as favas e os nabos, mergulhava nas couves e pisava as cebolas. "Eh, diabo!" diziam alguns de punho erguido, mas Iria não parava, corria mais. No meio de tanta correria ia matando uma galinha não tivesse ela esvoaçado mesmo a tempo..."

À venda no Museu de Leiria, no Castelo e no m|i|mo - museu da imagem em movimento

Leiria Medieval

uma vila de mouros, judeus e cristãos

Texto: Mafalda Brito
Ilustrações: Rui Pedro Lourenço
Edição: Barca do Inferno / Câmara Municipal de Leiria

É Leiria, mas noutra qualquer vila em Portugal não será muito diferente. Hoje é um dia invulgar, o rei e a rainha estão por cá de passagem. Há um grande alvoroço. Entusiasmo assim só pode ser pela sua chegada, pensam. Mas enganam-se... os reis também se enganam, mesmo que raramente o admitam. A confusão instalou-se por causa de Maria de Jesus, a mulher que acaba de anunciar que os seus olhos veem coisas que os outros não veem e que ouve vozes vindas do céu! Todos se reunem na entrada da Igreja de Santa Maria da Pena, junto à Torre de Menagem, onde o bispo cantará a missa por ser uma ocasião especial. Não pela revelação de Maria de Jesus, mas porque estão em Leiria o rei e a rainha. Isto só pode ser feitiçaria dos judeus que vivem na vila baixa, comentão os cristãos...

À venda no Museu de Leiria e m|i|mo - museu da imagem em movimento.

O Menino do Lapedo

Texto: Mafalda Brito
Ilustrações: Rui Pedro Lourenço
Edição: Barca do Inferno / Câmara Municipal de Leiria

"Há muito, muito tempo, muito antes dos nossos bisavós, trisavós ou tetravós (mas não há tanto tempo como os dinossauros), o vale do Lapedo já era um sítio especial, que encantava todos os que por ali passavam. Não se sabe ao certo como tudo aconteceu, porque estas pessoas não sabiam escrever, ainda ninguém tinha inventado as letras e as palavras escritas que agora usamos, e as memórias vão-se perdendo, como uma receita que deixamos de cozinhar todos os dias. A terra que pisamos guarda os mistérios dos nossos antepassados."

À venda no Museu de Leiria, no Castelo e no m|i|mo - museu da imagem em movimento.

Se pretender comprar este livro e não se conseguir deslocar aos espaços museológicos do Município de Leiria, envie-nos um e-mail: livrosbarcadoinferno@gmail.com

Nós

Narciso Costa, Luís Fernandes, Lino António e António Varela

Texto: Mafalda Brito
Ilustrações: Rui Pedro Lourenço
Edição: Barca do Inferno / Câmara Municipal de Leiria

Nós somos os artistas de Leiria, afirma Lino António quando pinta o quadro Nós: um retrato do seu grupo de amigos. Narciso Costa, António Varela e o próprio pintor parecem perdidos nos seus pensamentos, só Luís Fernandes olha para nós. Por que não escolheu Lino António o castelo para representar a cidade?

À venda no Museu de Leiria e m|i|mo - museu da imagem em movimento.